ASPIRANTE DE 61 ANOS DESTACA RELAÇÃO COM PÚBLICO NA 9 DE JULHO

A Prova Ciclística Internacional 9 de Julho, além de ser a mais importante do Brasil, ainda dá a chance de ciclistas amadores de diversas idades participarem da competição. Por isso, aos 61 anos, Fred Tejada contou, com exclusividade à Gazeta Esportiva, sobre a expectativa de correr pela segunda vez pelas ruas da capital paulista.

“É uma prova clássica e, como amador, é um prazer estar presente neste evento. É perto de casa, fácil de participar. Amigos que disputam que me apresentaram ao evento. Participei ano passado, tem uma boa organização, então estarei novamente”, disse o atleta.

Na edição de 2016 da 9 de Julho, Tejada terminou na primeira colocação na categoria acima de 60 anos. O ciclista terminou com o tempo de 40min47s, mas não se acomoda com o bom resultado, e quer buscar uma marca ainda melhor em 2017. Além disso, destacou a chance da competição proporcionar uma relação maior com o público, já que acontece nas ruas, o que é importante.

Clique aqui e faça a sua inscrição para a prova

“Foi bem legal. Na verdade, foi a primeira prova que eu consegui andar em um pelotão, não o da frente, mas é uma emoção. Ter o público presente, pois normalmente os eventos de ciclismo não têm público, foi realmente uma experiência prazerosa. Espero ter um resultado igual ou melhor do que ano passado”, continuou.

Mesmo aos 61 anos, Fred não pensa em aposentar a bicicleta tão cedo, e se inspira em atletas mais velhos para seguir no esporte. “Na minha idade, são poucos competidores. Tenho exemplos de pessoas com mais idade do que eu, de 75 e até 80 anos pedalando, isso me serve de inspiração. Então, não tenho data prevista para encerrar”, finalizou.

CLIQUE AQUI PARA MAIS NOTÍCIAS

Categoria:CICLISMO

Deixe seu Comentário