RALF ELOGIA GABRIEL, ACEITA RESERVA E SE VÊ EM FORMA NA SEMANA QUE VEM

O volante Ralf, multicampeão pelo Corinthians entre 2010 e 2015, foi apresentado como novo reforço do clube para a temporada nesta terça-feira, no CT Joaquim Grava. Elogioso a Gabriel, titular da posição em que ele próprio se destacou nas seis temporadas como corintiano, o meio-campista explicou não ter problema com a condição de reserva no setor e projetou uma participação em jogos oficiais já na próxima semana.

“Os últimos jogos foram em meados de novembro, claro que eu sinto um pouco a parte física, mas daqui a pouco melhoro. Estava fazendo a parte de academia, mas não é a mesma coisa. Estou voltando agora, está no começo do Paulista. Aos poucos a gente vai se condicionando”, explicou, surpreendendo ao se colocar à disposição para encarar até o Millonarios-COL, na próxima quarta-feira, em Bogotá.

“Creio que sim, ontem (segunda) já fiz um trabalho com bola, ritmo com bola já fica mais fácil. Não quero atropelar etapas também, não dá para só voltar porque tenho que voltar a qualquer preço”, avaliou o antigo camisa 5, ainda sem ideia de qual número usar daqui para frente. A antiga pertence justamente a Gabriel.

“É uma concorrência sadia, quem tem a ganhar é só o Corinthians. Admiro o trabalho do Gabriel, vinha acompanhando desde o Botafogo, Palmeiras, um ótimo jogador e excelente profissional. Tem qualidade, fez bons jogos agora, o momento é dele. Se tiver que jogar junto não vejo problema também, vou batalhar para buscar meu espaço”, observou, descartando qualquer questão interna se for suplente.

“Não vejo problema, quando você faz seu contrato, não está escrito que tem que ser titular. Ninguém tem cadeira cativa, todo mundo tem que brigar pelo seu espaço”, continuou Ralf. Conhecido do técnico Fábio Carille desde 2008, quando estava no Barueri, ele ainda deixou claro que, se o treinador precisar, pode fazer outras funções no meio-campo.

“Como sempre joguei, o Carille que vai definir. Tenho que estar preocupado em estar bem fisicamente. Tenho de estar preparado, hora que surgir a oportunidade preciso dar conta do recado. O marco aqui foi de primeiro volante, mas eu já falei, respeito o Gabriel, vem dando conta do recado. Se tiver de jogar de volante, vou buscar o meu espaço”, concluiu.


Categoria:CAMPEONATO PAULISTA

Deixe seu Comentário