PALMEIRAS TENTA REDUZIR PENA DE MOISÉS

O tribunal de Justiça Desportiva (TJD) de São Paulo deu quatro jogos de punição para Moisés pelo episódio acontecido no dia 23 de fevereiro, quando em desentendimento em campo o atleta palmeirense e Gustavo Henrique, zagueiro do Santos chegaram em vias de fato com agarrões pela camisa e Moisés sendo agredido por um tapa no rosto do adversário.


Com a punição o meio campista do Palmeiras fica de fora do jogo de volta contra o São Paulo, na Arena Allianz Parque, pela semifinal do Campeonato Paulista 2019.


Após tomar conhecimento da punição a Moisés o Palmeiras entrou com recurso junto ao Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para suspender a punição ao seu atléta.


Com a atual punição o 10 do Palmeiras ficará de fora do jogo contra o São Paulo neste domingo, 07 de abril e caso o Verdão passe para a final o atléta também não participará dos jogos decisivos contra Santos ou Corinthians na última fase do Paulistão.


O julgamento se deu devido a confusão em campo em 23 de fevereiro do corrente ano quando em jogo realizado no Allianz Parque entre Palmeiras e Santos, Moisés e Gustavo Henrique se agarraram pela camisa, trocaram empurrões e o atléta palmeirense acabou até por levar um tapa no rosto desferido pelo zagueiro santista.


No encerramento do jogo ambos os jogadores minimizaram o acontecido dizendo que o que houve foi coisa de jogo.
No julgamento em primeira instância o TJD deu uma partida de punição para os atlétas mas no julgamento em segunda e última instância a punição foi aumentada para quatro jogos. Os atletas foram enquadrados no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiçã Desportiva (CBJD) que fala em "conduta contrária à disciplina e à ética" e prevê penas de suspensão de um a seis jogos. 



Reportagem: José Luís de Oliveira

Categoria:CAMPEONATO PAULISTA

Deixe seu Comentário