O empate por 1 a 1 entre Palmeiras e Goiás pela 3ª rodada da Série A do Brasileirão no último sábado, 15/08, foi de aborrecimento para a torcida palmeirense que até chegou a pedir a saída do técnico Wanderlei Luxemburgo mas também foi de alegria e comemoração para Wesley, atacante, que fez sua estréia jogando no Allianz Parque como profissional do Palmeiras.

Wesley entrou no jogo aos 25 minutos do segundo tempo no lugar do Zé Rafael. O jovem de 21 anos aproveitou para valorizar a oportunidade, sua adaptação ao time principal e o privilégio de estar trabalhando com o técnico Luxa.

“É muito gratificante ter estreado no Allianz Parque como profissional. No ano passado, pelo Sub-20, eu joguei na arena contra o Cruzeiro, pela final da Copa do Brasil (vitória alviverde por 2 a 1 e título obtido após disputa de pênaltis em Belo Horizonte), mas agora foi uma emoção diferente e algo muito especial para mim. Seria ainda melhor se tivesse torcida. Tentei dar o meu máximo nos momentos em que estive em campo e espero ter mais oportunidades”, disse o camisa 21, que, além de integrar o elenco campeão paulista de 2020, fez parte do grupo campeão brasileiro Sub-20 em 2018 que também conquistou o título na arena alviverde (Wesley também coleciona os títulos paulista sub-20 em 2018 e 2019 na base, entre outros).

O jogador disputou seu sexto jogo neste ano de 2020. Participou de jogos contra o Atlético Nacional-COL e New York City-EUA pela Flórida Cup, contra o Oeste, no Pacaembu, contra o Bragantino em Bragança Paulista e contra o Corinthians, na Arena Corinthians, na primeira fase do Paulistão.

Wesley diz que ter chegado no time profissional junto com os amigos Allan, Patrick de Paula, Gabriel Menino, Esteves e Angulo ajudou na sua integração ao elenco principal.  “Termos subido juntos facilitou nossa adaptação e nosso relacionamento com todos. O grupo nos acolheu muito bem e estamos trabalhando forte para ocuparmos o nosso espaço”, falou o atacante, que disse receber conselhos principalmente do zagueiro Luan e do meio-campista Lucas Lima.

Em 2019, Wesley foi emprestado ao Vitória da Bahia para disputar a Série B do Brasileiro e terminou a competição como o segundo maior driblador. Neste ano de volta ao Palmeiras o jogdor enalteceu a chance de ser comandado por Vanderlei Luxemburgo. “É uma honra trabalhar com um treinador do calibre do professor. Já passou pela Seleção Brasileira, pelo Real Madrid e tem uma história gloriosa aqui. Tento sempre absorver o máximo possível dele e de sua comissão”, finalizou.

Repórter José Luís de Oliveira

Mais notícias

Deixe seu Comentário